Associação Portuguesa de Gestão das Pessoas1

A APG é uma associação profissional de direito privado, de carácter cultural e científico, sem fins lucrativos, reconhecida pelo governo português como Pessoa Coletiva de Utilidade Pública.

É uma associação de âmbito nacional que congrega pessoas e organizações que se dedicam à gestão do capital humano ou exercem funções especializadas nesta área – tanto no setor público como no privado – nomeadamente Diretores e Técnicos de Gestão das Pessoas, Administradores e Diretores Gerais de organizações de vários setores de atividade, bem como formadores, coaches, consultores e estudantes universitários de vários cursos (Gestão de Recursos Humanos, Gestão, Psicologia do Trabalho, Sociologia, Administração Pública, etc.), num total de cerca de 1.500 membros.

A APG tem por objeto o estudo, a promoção, organização, participação e realização de atividades de índole científica, técnica, social, académica ou cultural nas áreas da gestão, em especial da gestão das pessoas nas organizações, e das restantes áreas das ciências sociais e humanas.

A sua missão é a de desenvolver atividades que visem a formação e representação dos seus associados, a valorização da função Gestão das Pessoas nas organizações e a contribuição para a definição das políticas públicas nomeadamente em matérias como a educação, formação, emprego e relações laborais.

A APG possui ainda um Código de Ética na Gestão das Pessoas que integra um conjunto de princípios éticos e deontológicos que informam os comportamentos e atitudes que os sócios da APG devem assumir na sua vida profissional e associativa.


  1. Texto adaptado a partir do site da Associação.